Bom dia, Aguirre (com os lances do baile de Inter 0 x 2 São Paulo)

Bom dia, Aguirre (com os lances do baile de Inter 0 x 2 São Paulo)

Aguirre, só te resta agradecer ao São Paulo o fato de não ter nos goleado por 5 ou 6 x 0. Obrigado.

Bem, meu amigo, basta ler as redes sociais. Quando vimos que tu tinhas escalado a zaga com Lucas Ribeiro e Pedro Henrique, selaste nossa sorte. Inventaste algo que só funciona no teu imaginativo cérebro. O Inter traz um zagueiro e tu o colocas na lateral direita, mantendo a dupla comprovadamente ruim, a que era para ser substituída. Parabéns. Aos dois minutos, o estreante uruguaio tentou um drible desnecessário e deu início ao Show da Zaga.

Diego Aguirre, o Professor Pardal | Foto: Ricardo Duarte / SC Internacional

Mal posicionados, Lucas, Pedro e Daniel cometeram um absurdo, com destaque para o goleiro que, mesmo vendo seu gol aberto, colocou-se para interceptar um cruzamento. Que não aconteceu. O cara do SP chutou para o gol vazio. Um disparate completo cometido por 4 Patetas: Méndez, Lucas, Pedro e Daniel.

É incrível a falta que fizeram Cuesta e Edenílson. A zaga fracassou espetacularmente e quem falava mal de Cuesta sentiu saudades dele. No meio sem Edenilson, a qualidade dos passes, que já era péssima com ele, foi a zero.

Patrick sumiu. Caio Vidal é uma mosca tonta que perdeu dois gols feitos antes de nossas oportunidades de ataque desaparecerem. Bruno Méndez não tem habilidade para jogar na lateral. Johnny está perdido — melhor seria se ficasse na frente da zaga, ao lado de Dourado. Yuri também vai mal, mas está desacompanhado.

Erramos um número absurdo de passes. O futebol moderno pertence a quem é mais rápido e erra menos. Somos rápidos, mas não acertamos passes. É uma vergonha.

Digo sem medo de errar que o time de hoje é inferior ao de 2016. Sinto no ar um cheiro de Segunda Divisão e já vi que o 17º colocado — o primeiro que cai — está a três pontinhos de distância.

Não temos dinâmica nenhuma de jogo, nada de entrosamento, mas creio que, para minorar nossa inevitável derrota no GreNal do próximo sábado, deveríamos entrar com Daniel (o burro); Saravia, Méndez, Cuesta e Paulo Victor; Dourado e Johnny (protegendo a zaga), Edenílson e Boschilia (Taison, se puder); Yuri e Caio Vidal (ou Palácios, ou Cuestinha, tanto faz).

E vou escrever uma coisa chocante: o Inter é pior do que o Grêmio. Bem pior. Uma pena.